Indaiatuba tem uma das melhores gestões públicas do Brasil de acordo com o Índice de Governança Municipal do Conselho Federal de Administração (IGM-CFA), divulgado recentemente. A cidade superou 163 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes e renda per capita acima de R$ 28.636, com a maior avaliação (8,11) no índice que classifica a gestão pública dos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho.

O Índice CFA de Governança Municipal faz uma subdivisão dos municípios brasileiros de acordo com a população e a renda per capita, formando oito grupos. Indaiatuba obteve a melhor classificação do grupo 8 (cidades com mais de 100 mil habitantes e renda per capita acima de R$ 28.636). O indicador considera diversas áreas da administração pública, como saúde, educação, saneamento e meio ambiente, segurança pública, gestão fiscal e transparência, utilizando um extenso banco de dados de fontes como IBGE, PNUD, DATASUS, entre outras.

Com relação às finanças, que analisa a disponibilidade de recursos e gestão fiscal dos municípios, Indaiatuba obteve IGM 9,45. Neste caso são considerados, além da questão fiscal (autonomia, gastos com pessoal, capacidade de investir e liquidez) o investimento per capita (educação e saúde), equilíbrio previdenciário e custo do legislativo.

Indaiatuba recebeu o IGM 8,48 no quesito desempenho, que busca avaliar os resultados de políticas públicas para a sociedade, o índice avalia os seguintes fatores: educação, saúde, saneamento e meio ambiente, vulnerabilidade social e segurança. O indicador ‘Gestão’ avalia as práticas de administração adotadas pelos municípios, considerando colaboradores, transparência e planejamento.



Foto: Arquivo - Eliandro Figueira RIC/PMI